SITES E BLOGS

  • LEITORES
  • sábado, 13 de junho de 2009



    CARTA ABERTA AO JORGE
    Isso mesmo amigo Jorge ! Mais uma excelente iniciativa a sua de abordar tema dessa natureza a partir de um site com conteúdo Espírita !
    Aliás não só esse como também o de Práticas Estranhas no Espiritismo (18.11.07), O Bem Público e a Ética na Administração (28.08.07), Espiritismo na Política (04.08.06) e outros datados de 16.06.06, 03.06.06, 14.04.06, 24.02.06, 15.09.05 e etc., basta procurá-los pelo site.
    Só discordo de uma palavra que você usou no e-mail que me encaminhou o artigo para publicação no site, ao dizer esse assunto é "transversal ao currículo doutrinário"... (dando a entender que o mesmo "fugiria ao seu conteúdo normal").
    E já que comecei... vou tentar demonstrar meu ponto de vista, apesar de não estar acostumado escrever algo como um artigo:
    Têm espíritas por aí que não gostam de falar em governo, cidadania e etc.. Neste meu estágio de pequenez, isso ainda me incomoda muito... Falar desses temas também é SIM "tirar a candeia debaixo do alqueire" (recomendação do Cristo).
    Sempre que tenho chance toco nas feridas (durante uma palestra)... daqueles que "não falam em assuntos considerados tabus"... acho isso hipocrisia... isso também é assunto espírita SIM... não tocar nesses temas é que não ajuda ninguém, pois não proporciona o conhecimento e o discernimento que ajudariam a outros obter. E creio firmemente, que nós, enquanto no papel de divulgadores da Doutrina Espírita, não podemos perder a chance de passá-los ao próximo ("fazei ao próximo aquilo que gostaria que vos fizessem"). Evidentemente que, como em qualquer assunto, precisamos de ser comedidos... não tratamos aqui de futebol, nem de propaganda eleitoral... estamos falando da vida!
    "Se abraçamos o Espiritismo, por ideal cristão, não podemos negar-lhe fidelidade. O legado da tolerância não se consubstancia na omissão da advertência verbal diante das enxertias conceituais e práticas anômalas, que alguns companheiros intentam impor no seio do Movimento Espírita. Mantenhamos o espírito de paz, preservando os objetivos abraçados e, se houver necessidade de selar nosso compromisso com testemunho, não titubeemos e não nos omitamos, jamais". Palavras suas no artigo acima mencionado em 04.08.06, das quais me apodero e uso aqui e agora, expandindo a sua aplicabilidade.
    Isso é somente mais uma das muitas vertentes, na minha opinião, de aprender a distinguir o bem do mal. Não se faz propaganda massificada visando combater a dengue (mosquito "aedis egyptis"), o HIV, a pressão alta, os índices de colesterol anormais e tantas outras doenças?
    Muito bem... pois então vamos nós também, como espíritas, tentar trazer um pouco de LUZ NA MENTE de cada um que tivermos alcance (lembra desse título? É de um livro seu...) levando a quantos pudermos, argumentos e pontos para reflexão sobre as coisas da vida em comum. O que fizermos aqui terá consequências de uns para com os outros... (lei de causa e efeito). Relembro e ainda digo mais! EXPIAÇÕES COLETIVAS com certeza nos aguardarão pelos nossos atos ! Fiz um estudo sobre esse tema no mês passado e obviamente toquei e remexi também neste mesmo assunto!
    Rapaz! Que "coincidência" né? rsrsrsrs ... estamos sintonizados de fato. Para mim está provado.
    Fica aqui a sugestão... que tal escrever sobre ATITUDES IRREFLETIDAS DE ESPÍRITAS ... ou ASSUNTOS TABUS NO ESPIRITISMO?... pode vir chumbo grosso. Mas em artigo assim, esse e outros assuntos inerentes (que também lhe incomodam), poderiam ser abordados. Parece que não tem nada a ver uma coisa com a outra... mas poderemos até mesmo ser governados "por interpretações erradas do evangelho"... (a História é pródiga nos exemplos... quantos no passado não foram para as fogueiras por estarem em discordância com os investidos pelo poder ?)... pensamentos assim já estão por aí penetrando nas hostes governamentais e se apoderando da mídia... graças a algo que o espiritismo não tem... que é grana.
    Reflito muito ao ouvir "preces e mais preces dirigidas à espiritualidade superior" para que eles iluminem nossos governantes! Sabemos que a fonte disso tudo é a falta de cultura, de informação, de educação, que dá margem aos coronelismos exacerbados, dos feudos que existem de fato mas não de direito! Precisamos de conhecimento pois somente assim aparecerá a VERDADE e é ela que nos libertará... é isso ou estou enganado quanto ao que aprendemos na Doutrina? Afinal... pregamos a fé racionada ou não? Cadê o bom senso? Cadê a lógica? Nosso tripé de apoio não são a Ciência, a Filosofia e a Religião?
    Doa a quem doer, mas nós temos sim a responsabilidade de tocar nos temas comuns de forma inteligente para trazer reflexões e não para fazer ataques. Mas às vezes quando pressionamos... a ferida dói.... e dói muito... mas é uma chaga cuja cura é problema nosso de reencarnados e não dos espíritos superiores. Problemas da carne/terráqueos se resolvem "aqui embaixo mesmo"... lá "de cima" eles só podem dar uma "força extra" pois têm de respeitar o nosso livre-arbítrio... a evolução é um problema individual do espírito e sua maior responsabilidade... é isso ou não é isso? Não está baseada nos nossos pensamentos e atos? Nas nossas intenções e conseqüentemente nas nossas vibrações? Pois então...
    Eu falo manso... mas futuco fundo quando acho necessário, pois isso desperta... e sublinho explicitamente esse tipo de coisa com o olhar nos olhos de cada um... e faço afirmações seguidas de silêncio... explico o motivo do silêncio e observo atentamente a reação das pessoas. E é justamente essa reação, os olhos brilhantes e/ou o sorriso, que me incentiva e me mostra que se deve fazer isso... esse "feed back" positivo das pessoas ao tocarmos nos assuntos nos quais estamos mergulhados no dia-a-dia, pois é muito fácil sermos bonzinhos dentro da Casa Espírita... o problema recomeça é quando saímos pelo portão !
    Aproveito para transcrever alguns trechos do livro "O Centro Espírita" de Herculano Pires (o qual aproveito e anexo a esta carta como um presente de Natal para você que provavelmente já até o tenha) - ele é um dos meus autores favoritos em abordagens diretas em muitas das quais me baseio para abordar temas e citá-lo como referência (não concordo com ele em tudo mas isso não importa... vamos aproveitar o que é bom... pois afinal nem Jesus agradou a todos, quanto mais você e eu... rssss):
    "Se os espíritas soubessem o que é o Centro Espírita, quais são realmente a sua função e a sua significação, o Espiritismo seria hoje o mais importante movimento cultural e espiritual da Terra. Temos no Brasil e isso é um consenso universal - o maior, mais ativo e produtivo movimento espírita do planeta. A expansão do Espiritismo em nossa terra é incessante e prossegue em ritmo acelerado. Mas o que fazemos, em todo este vasto continente espírita, é um esforço imenso de igrejificar o Espiritismo, de emparelhá-lo com as religiões decadentes e ultrapassadas, formando por toda parte núcleos místicos, desligados da realidade imediata".
    "Dizia o Dr. Souza Ribeiro, de Campinas, nos útimos tempos de sua vida de lutas espíritas: Não compareço a reuniões de espiritas rezadores !" "E tinha razão, porque nessas reuniões ele só encontrava turba dos pedintes, suplicando ao ajuda aos Céus".
    "O carimbo da igreja marcou fundo a nossa mentalidade em penúnia. Mais do que subnutrição do povo, com seu cortejo trágico de endemias devastadoras, o igrejismo salvacionista depauperou a inteligência popular, com seu cortejo de carreirismo político, religioso, idolatria mediúnica, misticismo larvar, e o que é pior, o aparecimento de uma classe dirigente de supostos missionáios e mestres farisaicos, estufados de vaidade e arrogância. São os guardiães dos apriscos do templo, instruídos para rejeitar os animais sacrificiais impuros, exigindo dos beatos a compra de oferendas puras nos apriscos sacerdotais".
    Todos os grifos são meus. Não se fala aqui da religião A ou B, pois todas as crenças são respeitáveis, sublimes e santas nas suas intenções mas podemos entender o que disse Herculano como sendo uma "carapuça". Em quem cabe é uma conclusão particular. Produto da inteligência que nos foi dada pelo Criador... A leitura do livro inteiro é recomendada para se extrair dele as reflexões das quais falo, senão podemos ter uma idéia inicial muito superficial e aparentemente radical. Mas Kardec nos recomendou ler e conhecer de tudo não é mesmo?
    Afinal estamos reencarnados aqui nesse planeta de provas de expiações e isso não é por acaso... além do que sabemos que "cada um de nós é um caso"... Estamos cercados de quem merecemos estar (nos dois lados da vida), no lar certo, na geografia exata do planeta e pertencemos todos nós a uma mesma larga faixa vibratória... caminhando para uma era de Regeneração. Sabemos que isso não se dará por decreto Divino, mas pela nossa tão propalada Reforma Íntima, pois colheremos na exata proporção e qualidade do estamos plantando... afinal a própria a razão nos diz que reencarnação é uma questão de Justiça ! Então que façamos por merecer dias melhores... abordando assuntos relevantes e que dizem respeito a todos. A política correta é a do Cristo.
    Finalizando, deixo claro que "não estou rasgando seda", apenas quero incentivá-lo a continuar levando a sério a frase que Emmanuel nos deixou:
    "A maior caridade que se pode fazer para a Doutrina Espírita é a sua própria divulgação".


    Do seu amigo e irmão de jornada
    Reinaldo Macedo
    E-Mail: rei-naldo@pop.com.br
    Webmaster deste Site
    Site: http://jorgehessen.net

    Nenhum comentário: